Bolsa Família Onde Fazer, Onde Sacar

Tire suas duvidas sobre a Bolsa Família

Se você faz parte de uma família de baixa renda já passo apertos. Falta a saúde inclusive por falta de alimentação e muitas outras coisas. Se você já ouviu falar sobre a Bolsa Família, mas não sabe como funciona venha dar uma olhada de como funciona, onde você pode se cadastrar e sacar o beneficia.

bolsa-familia-onde-fazer

Bolsa família é um beneficio do governo federal para apoiar famílias com baixa renda no Brasil com o intuito de auxilia o acesso a saúde, assistência social e uma alimentação mais saudável. Se você tem direito do beneficio pode sacar usando o cartão cidadão na caixa econômica federal ou em postos autorizados. Mas lembre-se de levar um documento de identidade junto com o cartão.

A regra para conseguir o beneficia é: ter renda de até R$ 77,00 por pessoa por mês, até R$ 154,00 por pessoa por mês caso tenha crianças e adolescentes de até 17 anos, ter gestante ou mulheres amamentando. Portanto se você se encaixa nessa renda e procura pelo beneficio vá até a prefeitura municipal da sua cidade e leve seus documentos que comprovem a renda.

Bolsa Família Cartão

Muitas são as famílias que tem acesso ao beneficio, quem tem acesso são família em situação de pobreza ou pobreza extrema. Quando você se inscreve no programa irá receber um cartão por meio dele você é identificado como beneficiário do programa. No cartão você terá o numero de identificação social para ajudar na sua identificação. O prazo de entrega do cartão é de 30 a 45 dias, mesmo o cartão não sendo entregue nessa data se você tem direito ao beneficio pode sacar na caixa econômica.  Quando você for aceito no programa a resposta saíra rapidamente e logo ira poder sacar a Bolsa família.

Para você fazer o cartão da Bolsa Família o responsável familiar deve fazer cadastro na secretaria de assistente social, logo que o beneficio é concedido a caixa econômica encaminha para sua casa o cartão. Quando o cartão chega para você ele ainda não tem senha, portanto vá ate uma agencia da caixa econômica para ativar seu cartão do beneficio e escolher uma senha.

bolsa-familia-onde-sacar

Bolsa Família Onde Fazer

Após já ter o cadastro na prefeitura e na assistência social, já estar inscrito no programa Bolsa Família e já estar com o cartão desbloqueado e com senha você pode sacar o beneficio nas agencias da caixa econômica federal, nos caixas rápidos e em outros lugares. Se você vive em situação de baixa renda e falta dinheiro para necessidades básicas procure o programa e seus direitos. Faça sua inscrição na prefeitura e na assistência social de forma rápida. Leve os documentos que comprovem a renda e seus documentos pessoais, e o documento dos filhos se tiver e faça sua inscrição no programa.

Qualquer duvida sobre o programa e o saque você pode sanar perguntando na prefeitura na secretaria social e até mesmo na caixa econômica federal, onde vão responder todas suas duvidas e te ajudar a cadastrar nos locais necessários.

Bolsa Família Senha Bloqueada

Bolsa Família Desbloquear Senha

Se você ou alguém que você conhece é beneficiário do Bolsa Família do Governo Federal, recebeu e usa o cartão, mas acabou bloqueando a senha, ou, ainda, recebeu o cartão, mas não sabe desbloquear a senha, você está no lugar certo. Nós vamos te ajudar com o seu problema e você verá como é relativamente fácil alterar a senha do cartão Bolsa Família.

bolsa-familia-senha-bloqueada

O máximo que você precisará fazer é usar alguns minutos do seu dia para desbloquear o cartão Bolsa Família. Infelizmente você não poderá desbloquear a senha do cartão Bolsa Família pela internet.

Entretanto, a Caixa Econômica Federal, que é quem paga o benefício e estipula as formas de desbloqueio da senha Bolsa Família, traz algumas formas para que você desbloqueie o seu cartão.

Se o seu benefício do Bolsa Família estiver bloqueado acesse: Bolsa Família Bloqueado

Alterar senha do cartão Bolsa Família na Lotérica

Para desbloquear a senha do cartão Bolsa Família, cadastrar nova senha ou mudar a senha anterior, você poderá ligar para a Central de Atendimento da Caixa Econômica Federal, no telefone 0800 726 0207 (cartão bolsa família telefone).

Ligando gratuitamente para o referido número você poderá solicitar alteração de senha do cartão Bolsa Família na Lotérica mais perto da sua casa. Depois é só comparecer na Lotérica e cadastrar nova senha.

Atenção: você precisará ligar antes para que seja possível desbloquear a senha do cartão Bolsa Família na Lotérica!

Desbloquear senha do Bolsa Família na agência da Caixa Econômica

Ao invés de ir à Lotérica, você poderá também desbloquear a senha do Bolsa Família na agência da Caixa Econômica mais perto de você.

Esqueci a senha do Bolsa Família

Mas você pode também estar pensando “esqueci a senha do Bolsa Família!”. Calma, não se desespere. É só você seguir os passos acima mencionados que conseguirá mudar a senha do Bolsa Família.

Essa também é a atitude que você deve tomar caso perda o cartão Bolsa Família ou venha a sofrer furto ou roubo.

esqueci-senha-bolsa-familia

Para que seu benefício não seja sacado por pessoas de má-fé, não esqueça de fazer um Boletim de Ocorrência, bem como avisar imediatamente a Central Cidadão da Caixa Econômica Federal para que não só a senha seja bloqueada, para a sua segurança, mas também para que o cartão que foi levado ou que sumiu seja inteiramente bloqueado, o que dificultará o uso dele por pessoas que você não autorizar.

Infelizmente os casos de fraudes em cartões do Bolsa Família existe e muitas vezes é noticiado pela mídia, ou seja, é bem recorrente.

Desse modo, tome todas as previdências para a sua segurança e evite contar sua senha para estranhos ou muito menos deixe que pessoas em atitudes suspeitas venhamusar o cartão Bolsa Família.

É melhor bloquear a senha do cartão Bolsa Família do que perder o benefício, não é mesmo? Até porque, como se viu, desbloquear a senha Bolsa Família não traz nenhuma dificuldade. Só é necessária uma ligação gratuita, bem como o comparecimento ou na agência da Caixa Econômica Federal, ou em qualquer Casa Lotérica que você preferir.

Bolsa Família Gestante – Valor, Inscrições

Inscrição Bolsa Família para Grávida

Vai ter ou já tem um filho pequeno? Já deve ter se perguntado: “grávida tem direito a algum benefício do Governo Federal?”. Sabia que há um benefício do Governo Federal chamado de Bolsa Família Gestante? O Governo Federal, pensando em proteger a saúde e a vida das mães e das gestantes, possibilita o recebimento de dois benefícios do Bolsa Família para essas pessoas: o Variável Nutriz e o Variável Gestante desde o ano de 2011.

O programa também serve como estímulo para que as mães cuidem melhor de si mesmas e dos seus bebês realizando exames preventivos, pré-natais e outros procedimentos ainda durante a gravidez. O Bolsa Família para Grávidas tem estimulado melhor acompanhamento da gravidez pelas mulheres.

bolsa-familia-gestante

Quando é pago e qual o valor do Bolsa Família Gestante

O Bolsa Gestante do Governo Federal será pago antes, durante e depois do nascimento do seu filho, desde os primeiros meses de gravidez até determinado período da amamentação.

O programa tem a finalidade de contribuir com uma melhor alimentação, tanto em relação às mães como para os recém-nascidos. O Bolsa Família Gestante corresponderá a 9 (nove) parcelas de R$ 35,00 para as mães.

Bolsa Família Gestante Inscrições

Para se cadastrar no Bolsa Família Gestante, primeiramente, a mulher deverá comparecer a uma Unidade de Saúde de Atenção Básica (posto de saúde) do município em que morar e começar o acompanhamento com um médico. Lá, a gestante será encaminhada para realizar o famoso e indispensável exame de pré-natal, objetivando cuidar da saúde da mãe e do bebê.

Depois disso, a futura beneficiária do Bolsa Família maternidade deverá procurar serviços de assistência social do município, levando consigo documentos pessoais e declaração de que está fazendo acompanhamento médico pelo Sistema Único de Saúde – SUS.

Com base nisso, os dados serão cadastrados no Sistema do Bolsa Família para o Governo Federal possa começar a pagar o Bolsa Família Gestante.

gestante-bolsa-familia-gravida-tem-direito-valor

Bolsa Família para recém-nascidos

Depois do nascimento do bebê, as mães também terão direito ao Bolsa Família Variável Nutriz e que poderá ser solicitado perante os serviços assistenciais do seu município. Para que isso aconteça você precisará levar a certidão de nascimento do seu filho. O valor do benefício do Bolsa Família é o mesmo pago às mães gestantes, ou seja, R$ 35,00 e será pago até os 6 (seis) meses de vida da criança.

Mas atenção! O Cadastro para Bolsa Família de Grávidas deverá ser feito desde o nascimento até o 6° mês de vida do seu filho. Caso você não cadastre dentro do prazo, não terá mais direito a esse benefício. Desse modo, se terá um filho ou

Posteriormente, a criança será incluída no Cadastro Único para os Programas do Governo Federal – CadÚnico e as mães continuarão recebendo o benefício do Bolsa Maternidade do Governo Federal.

Não se esqueça de que os requisitos para o Bolsa Família Gestante Governo Federal precisam observar as regras gerais para se ter direito ao Bolsa Família comum, ou seja, tratar-se de pessoas em situação de pobreza extrema.

Bolsa Família Benefícios – Acompanhamento

Benefícios do Bolsa Família – Acompanhamento

Bolsa Família como é de conhecimento geral é um programa do Governo Federal. O programa faz a transferência direta de uma determinada renda que visa o fornecer Benefícios e Acompanhamento às famílias brasileiras que se encontram em situação de extrema pobreza no país. O Bolsa Família está dentro do Plano Brasil Sem Miséria, cujo objetivo é garantir renda, possibilitar a inclusão produtiva além de possibilitar o acesso das famílias com renda baixa aos serviços públicos fundamentais.

bolsa-familia-beneficios

Com os Benefícios através do Bolsa Família, o alivio na situação de pobreza é promovido através da transferência de renda, que conta também com a Acompanhamento nas áreas da educação, saúde e assistência social. Assim, o Bolsa Família vai cumprindo seu principal objetivo que é fazer com que as famílias pobres brasileiras superem a situação de vulnerabilidade em que se encontram, através dos programas de ação direta do projeto.

Bolsa Família – Acompanhamento escolar

Existe um sistema de frequência escolar disponível para consultas para os beneficiários do Bolsa Família. Esse sistema se encontra aberto para impressão de relatórios, que as secretarias municipais de Educação podem fazer para o envio às unidades de ensino.  Com esse acompanhamento, que serve principalmente para verificar os índices de frequência escolar, é possível monitorar tais índices e comparar com os exigidos pelo programa. Se os índices de frequência estiverem baixos, os beneficiários do Bolsa Família recebem advertência, podendo ter os valores e Benefícios suspensos ou até serem excluídos do programa, no caso de descumprimentos.

Bolsa Família – Acompanhamento na saúde

Um dos benefícios para as famílias que estão cadastradas e possuem o cartão Bolsa Família é o Acompanhamento na área da saúde, onde os beneficiários têm acesso a vacinas, consultas, entre outros tipos de acompanhamento por profissionais de saúde do município onde o beneficiário vive.

Para informações detalhadas sobre os Benefícios do Bolsa Família e tipos de Acompanhamento, acesse: www.mds.gov.br/bolsafamilia.

Bolsa Família Recadastramento

Como se Recadastrar no Bolsa Família

O governo brasileiro criou diversos programas sociais para ajudar a população carente e as pessoas com algum recurso, mas que necessitam de serviços que custam mais caro. Exemplo disso são os diversos projetos para a educação, como o ENEM, para dar ingresso aos alunos de escola pública a uma educação superior, o FIES, que serve para ajudar os alunos menos favorecidos a terem uma educação superior privada, o SUS, o sistema único de saúde, que cobre diversos tipos de serviços básicos de saúde, as escolas públicas de referência, as creches comunitárias, entre vários outros projetos. Mas um dos mais famosos é o Bolsa Família.

bolsa-familia-recadastramento

Atualização de Dados Bolsa Família

O Bolsa Família foi um projeto criado durante o mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como um complemento para as famílias menos favorecidas, que querem que seus filhos deixem de trabalhar e frequentem a escola, ou não tem condições de arcar com todas as suas despesas necessárias para uma vida digna. O programa tem ajudado milhares de brasileiros de todos os cantos do país, e apesar de ter suas falhas e a falta de controle necessária para que o benefício seja dado apenas para quem realmente precisa, o Bolsa Família tem se mostrado um sucesso do governo Lula.

Mas, é claro, todo programa social tem de seguir regras rigorosas para manter sua regularidade e funcionamento. Para isso, existe o recadastramento do Bolsa Família, que é feito quando uma pessoa tem sua bolsa suspensa por algum tempo. Os prazos do recadastramento do Bolsa Família variam com a época do ano. Os beneficiados devem ir a procura do Ministério do Desenvolvimento Social, para recadastrar seu benefício. O recadastramento também é necessário para quem não foi suspenso, mas está há dois anos sem dar notícias de sua situação. Deverá, nesse caso, recadastrar o benefício, para comprovar sua necessidade.

Bolsa Família Recadastrar

Para se recadastrar no Bolsa Família, procure o Cias (Central de Informação e Atendimento Social) ou as unidades da previdência social do seu município e as agências de assistência social. Existem critérios para receber o benefício. Cada membro da família deve ter, no máximo, R$140 por mês. Assim poderão receber o benefício, que varia entre R$36 e R$306, a depender do perfil socioeconômico de cada família. Também é necessário que os filhos da família frequentem a escola e tenham sua caderneta de vacinação em dia. Mães lactantes também devem levar avaliação nutricional e caderneta de vacinação. Os documentos necessários são RG e certidão de nascimento. Procure a agência da assistência social de sua cidade e bom proveito!

Bolsa Família como se inscrever

Inscrição Bolsa Família

Você deve já ter ouvido falar do
bolsa família?  O bolsa família é um programa do governo federal de transferência direta de renda que beneficia as famílias de baixa renda em situação de pobreza (com renda mensal por pessoa entre R$ 70 e R$ 140) e de extrema pobreza (renda mensal por pessoa de até R$ 70). Veja como fazer a inscrição no Bolsa Família.

bolsa-familia-como-se-inscrever

O programa ainda a estratégia do Fome Zero e apoia as famílias de baixa renda em caso de extrema pobreza dando a estas famílias acesso à alimentação e acesso à educação e à saúde. O Bolsa Família ainda visa à inclusão social destas famílias por meio da transferência de renda assim como destes serviços essenciais. No Brasil são atendidas mais ou menos 13 milhões de famílias. Além de muitos direitos, a família tem ainda deveres para que possam ter acesso a esta transferência de renda assim como acesso a serviços básicos de assistência. No caso das famílias com crianças, estas precisam estar com a carteira de vacinação e devidamente matriculadas na escola e frequentando.

O Bolsa Família existe algumas variações com: o Básico, o Variável, o variável jovem e Superação de Extrema Pobreza. O básico é concedido à família em situação de extrema pobreza e o valor da bolsa é de R$ 70 mensais. Já no beneficio variável, o valor é de R$ 32 que é concedido às famílias extremamente pobres que tem sob sua responsabilidade as crianças e adolescentes entre 0 a 15 anos e que podem receber até o teto de cinco benefícios que totaliza até R$ 160.  As famílias de extrema pobreza podem acumular o benefício básico e variável de no valor máximo de até R$ 230 por mês.

Para quem deseja receber este benefício precisa primeiro se cadastrar no Bolsa Família que é feito no Cadastro Único dos Programas Sociais do Governo Federal, o Cadúnico. Este cadastramento é feito nas prefeituras do país e a família precisa se encaixar nos requisitos para receber o benefício. Além disso, deve ainda à família procurar o setor responsável e o responsável pela família este deve levar seus documentos de identificação o CPF ou título de eleitor; e demais membros da família devem apresentar documento de identificação, como carteira de identidade, CPF, título de eleitor, certidão de nascimento ou casamento e carteira de trabalho.

Depois de ter feito a inscrição no bolsa família é feito uma seleção das famílias pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à fome (MDS) que é feito por meio do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e com base neste programa, a MDS seleciona de forma automatizada as famílias que serão incluídas no programa e dá-se preferência à s famílias de mais baixa renda. O cartão do bolsa família é emitido de forma automática e a partir do ingresso do beneficiário no programa. Este cartão será enviado via correio ao endereço cadastrado pela família e, ao receber o mesmo, a família pode ir a qualquer rede de atendimento da Caixa munido de seu cartão e documento de identificação e pode inclusive sacar no autoatendimento da Caixa.

Bolsa Familia quem tem direito

Quem tem direito ao Bolsa Familia

Confira todas as informações sobre o bolsa família saiba quem tem direito de receber e como fazer para receber o bolsa família.

quem-tem-direito-ao-bolsa-familia-300x225

O bolsa família é um auxílio que melhora a vida de muitos brasileiros. Esse benefício criado pelo governo traz uma quantia financeira que é dada para os brasileiros que não tem condições de se manter para ter condições dignas de vida e um pouco de bem estar. Existe uma grande parte de brasileiros que precisam do bolsa família e ainda não tem, pois não sabem como funciona direito e não tem ideia de como fazer para receber o bolsa família. Pensando nisso, nós trouxemos para você algumas informações sobre o bolsa família para que você possa tirar algumas de suas dúvidas sobre o programa do bolsa família.

Benefício Bolsa Família

O programa do bolsa família é mais um dos benefícios que integra o plano Brasil sem miséria, que prevê uma qualidade de vida um pouco melhor para quem precisa de ajuda financeira para alimentação e cuidados básicos com higiene e coisas do tipo. Ele busca atender mais de 16 milhões de brasileiros que precisam de um auxílio, já que possuem uma renda muito baixa ou quase nenhuma para sobreviver. Esse é um tipo de programa de busca o alívio imediato da situação de extrema pobreza do Brasil, retirando esses mais de 16 milhões de brasileiros da situação de pobreza.

O Programa Bolsa Família visa a inclusão social das famílias mais pobres do país para garantir o direito a alimentação, saúde e acesso a educação. O Bolsa Família ajuda essas famílias por meio de transferência de renda e mais de 11 milhões de famílias são beneficiadas pelo Bolsa Família em todo o Brasil.

bolsa-familia-quem-tem-direito-receber

Bolsa Família Quem Tem Direito?

Quem tem direito ao Bolsa Família são as famílias que estão em situação de pobreza e de extrema pobreza, para saber se você tem direito ao Bolsa Família você deverá verificar se a renda per capita, ou seja, a renda por pessoa em sua família é de até R$ 140,00 por mês. São consideradas famílias de extrema pobreza as que ganham até R$ 70,00 por mês por pessoa e família pobre as que tem de R$ 70,01 a R$ 140,00 por mês, e que tenham em sua composição gestantes, nutrizes, crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Esse valor de renda não é considerado ideal para uma família sobreviver e por isso o governo fornece um auxilio financeiro para quem não tem condições e expectativas para conseguir mais e tem direito de receber a ajuda do governo para se manter. O bolsa família é mais um dos programas que traz melhorias para o Brasil e ajudam a manter o brasileiro disposto a crescer e melhorar a sua situação financeira.

O principal objetivo do programa Bolsa Família é combater a fome, promovendo a segurança alimentar, combater a pobreza no país, promover o acesso a serviços públicos principalmente ligados a saúde, educação e assistência social.

Se você se enquadra no que foi descrito acima, você tem direito de receber o Bolsa Família, para se cadastrar você deverá comparecer na Prefeitura Municial de sua cidade, pois elas são responsáveis em cadastrar as pessoas no programa.

Família Carioca – Cadastro, Cartão, Consulta

Cadastro Família Carioca

Se você mora no Estado do Rio de Janeiro deve conhecer o Programa Família Carioca  que é uma iniciativa da prefeitura carioca a partir do programa bolsa família, ou seja, o benefício Bolsa Família na cidade do Rio de Janeiro é um benefício recebido diretamente pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, mas através da renda provida do governo federal.

O Família Carioca é um programa que na verdade complementa a renda do bolsa Família, mas devido aos cidadão da cidade do Rio de Janeiro e esta renda complementarem chega entre R$ 200 a R$ 400 por mês e é pago através de um cartão que é emitido pela Caixa Econômica Federal e que funciona de maneira semelhante ao Bolsa Família.

familia-carioca

Se você deseja saber como se faz para ter acesso à família carioca, como fazer cadastro, cartão e depois fazer consulta de saldo, vamos aos passo do que deve ser feito. Primeiramente é preciso analisar se a família está dentro do perfil abrangido pelo programa, ou seja, precisa se ruma família com renda per capita inferior a R$ 108,00/mês. Para ter acesso ao Família Carioca, esta família precisa estar cadastrada no Bolsa Família do Governo Federal e também deve ter cadastro no Cadastro único (CadÚnico). Depois disso, deve a família solicitar o cadastro no Família Carioca diretamente na Prefeitura do Rio de Janeiro com os seguintes documentos apresentados: RG, CPF, Comprovante de residência, comprovante de renda (se tiver), carteira de trabalho (mesmo que em branco ou desempregado); além do cartão da família, número do Cadastro único. Ao fazer seu cadastro na Prefeitura do Rio de Janeiro, seu caso será analisado por uma assistente social da prefeitura que analisará se terá direito ou não ao benefício e o valor a receber. Além do valor mensal que cada família recebe esta ainda recebe uma gratificação a cada dois meses no valor de R$ 50 mensais. Quanto ao benefício em questão é no valor entre R$ 20 a R$ 400 por mês e este será baseado na renda da família, no número de integrantes e assim, quanto menor a renda da família maior será o valor pago por meio da Caixa Econômica Federal e por meio de um cartão benefício que acaba facilitando inclusive para usar na Caixa para consulta de saldo, extrato e também para os dias de pagamento.

Além de receber o benefício, a família tem suas obrigações perante a prefeitura do Rio para continuar a receber o benefício: como sempre atualizar seu cadastro, manter os filhos na escola e as crianças destas famílias cadastradas no Programa Escolas do Amanhã poderão receber um acréscimo mensal de até R$50 a cada dois meses, mas as crianças precisam estar com notas boas na escola. Por isso se tem este direito, consulte mais sobre este benefício.

Programas do Governo – Cadastro

Cadastro nos Programas do Governo

Nos últimos anos observamos um maior número de programas do governo principalmente os sociais que beneficiam o cidadão e as famílias de baixa renda. Entre tantos programas, muitos exigem que a família ou cidadão faça um cadastro no mesmo. Se você já faz parte do Bolsa Família que é o maior programa social do governo de toda a história do país, confira outros programas que você também pode se inscrever.

programas-do-governo

Um exemplo de programa do governo é o Brasil Carinhoso que é um dos recentes programas do governo federal que tem como objetivo principal beneficiar as famílias que tenham crianças de até 6 anos. Este programa integra o programa Bolsa Família outro programa de governo que é o mais conhecido. O Brasil Carinhoso assim como a Bolsa Família busca atender a família que esteja em extrema pobreza cuja renda mensal é inferior a R$ 70. Saiba como fazer a inscrição no Programa Brasil Carinhoso, assim como detalhes do programa Brasil Carinhoso. O projeto deste programa visa ampliar o número de creches, melhorar os serviços de saúde, especialmente os infantis, assim como a distribuição de suplementos como Vitamina A, Ferro e remédios contra a Asma.

Quanto à inscrição no Brasil Carinhoso esta é feita integrando as famílias que já fazem parte do Bolsa Família (ver em http://www.mds.gov.br/bolsafamilia). As famílias que já tem cadastro no Bolsa Família, o cadastro no Brasil Carinhoso é bem mais fácil. Através deste programa Brasil Carinhoso quem se beneficia são as famílias de extrema pobreza que tenham como membro de sua família crianças de até 6 anos de idade. Este programa tem ações integradas quanto aos aspectos do desenvolvimento infantil ligado à renda, educação e saúde. O governo federal oferece recursos às prefeituras para melhorar os aspectos de acesso à saúde, creches, remédios para estas crianças e a prevenção de males comuns entre crianças nesta situação com a reposição de vitaminas como vitamina A e sulfato Ferroso e os remédios para asma.

Mas, existe ainda um cadastro único para os programas sociais do governo federal que é um instrumento importante de coleta para que o governo federal possa ter dados para identificar estas famílias de extrema pobreza que existem no Brasil e possa melhor atende-las. Para se inscrever neste Cadastro único a família (o seu representante) deve procurar o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) ou a prefeitura de sue município e o endereço mais próximo dos CRAS ou das prefeituras podem ser acessados no link http://aplicacoes.mds.gov.br/sagi/FerramentasSAGI/Mops/ basta clicar no estado que deseja pesquisar o endereço e este mostrará os endereços dos centros de referência e veja o que é mais próximo.