Plano Brasil Sem Miséria

Brasil Sem Miséria do Governo Federal

O Governo Federal vem criando diversos tipos de programas e projetos nos quais, a finalidade dos mesmos é apenas o melhor bem estar para todos os cidadãos brasileiros e principalmente aqueles que convivem com a pobreza ao seu lado. Saiba que os projetos e programas são diversos como exemplo, podemos citar a Bolsa Família, Programa Minha Casa Minha Vida, Programa Soldado Cidadão e vários outros programas. Um dos novos programas que foi criado recentemente é o Plano Brasil Sem Miséria que possui uma finalidade bastante interessante. Confira o que é e como funciona o Programa Brasil Sem Miséria do Governo.

brasil-sem-miseria

Para aqueles que ainda não sabem o Plano Brasil Sem Miséria tem a difícil missão de introduzir as famílias mais pobres do Brasil entre a sociedade. Isso será feito através da inclusão de bem estar e de uma boa renda financeira para tais famílias. Essas famílias são procuradas por todo o Brasil, para inserir as mesmas nas melhores condições possíveis. As famílias que serão priorizadas são aquelas cuja renda mensal é de no máximo R$ 70,00.

Além de oferecer bem estar e renda financeira para tais famílias o Plano Brasil Sem Miséria vai se concentrar em outros pontos como, por exemplo, documentação para os mesmos, pois muitas dessas famílias não possuem se quer o registro de nascimento, ou seja, segundo a lei não existem. Confira todos os pontos atendidos pelo projeto logo abaixo:

  • Documentação;
  • Energia elétrica;
  • Combate ao trabalho infantil;
  • Segurança Alimentar e Nutricional: Cozinhas comunitárias e bancos de alimentos;
  • Apoio à população em situação de rua, para que saiam desta condição;
  • Educação infantil;
  • Saúde da Família;
  • Rede Cegonha;
  • Distribuição de medicamentos para hipertensos e diabéticos;
  • Tratamento dentário;
  • Exames de vista e óculos;
  • Assistência social, por meio dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS).

Programa Saúde na Escola

Saúde na Escola Adesão

programa-saude-na-escola

Como já sabemos o Governo Federal sempre está inovando e buscando novos projetos e programas visando o melhor bem estar para todos os cidadãos. São vários os programas que podemos encontrar no qual o Governo Federal tenha criado com o intuito de melhor o dia-a-dia dos cidadãos. Um dos programas que foram criados recentemente e que vem fazendo bastante sucesso no Brasil é o Programa Saúde na Escola.

Como o próprio nome já diz o programa visa uma melhor saúde dos estudantes brasileiros. O Programa Saúde na Escola oferece total apoio no acompanhamento da saúde dos estudantes realizando exames, testes e várias outras atividades, além disso, os conselhos e dicas para manter uma boa saúde também são feitas. Confira abaixo algumas das atividades que são exercidas nas escolas por meio deste programa:

  • Trata a saúde e educação integrais como parte de uma formação ampla para a cidadania e o usufruto pleno dos direitos humanos
  • Permite a progressiva ampliação das ações executadas pelos sistemas de saúde e educação com vistas à atenção integral à saúde de crianças e adolescentes
  • Promove a articulação de saberes, a participação de estudantes, pais, comunidade escolar e sociedade em geral na construção e controle social da política pública

O programa ainda tem diversas outras finalidades e a finalidade de manter tanto os alunos como os seus pais em alerta quanto à saúde dos mesmos. Os interessados em fazer a adesão no programa saúde na escola deverão manter-se atentos quanto a realização do programa em seu município, em alguns municípios o mesmo ainda não entrou em vigor, mais brevemente todo o território nacional irá dispõe do Programa Saúde na Escola.

Brasil Carinhoso – Bolsa Família – Valor, Pagamento

Pagamento do Brasil Carinhoso / Bolsa Família

Foi publicada no dia 18 de junho de 2012 no Diário Oficial da União (DOU) a portaria que regulamenta a portaria que regulamenta o Brasil Carinhoso, medida que garante renda mensal mínima de R$ 70 para cada pessoa de famílias que tem pelo menos uma criança com até 6 anos de idade. Com a publicação, os recursos começam a ser pagos imediatamente. Confira como funciona o Brasil Carinhoso e seu pagamento.

brasil-carinhoso-bolsa-familia

Só terá direito ao novo benefício do Brasil Carinhoso às famílias já cadastradas no Programa Bolsa Família, mas não é preciso fazer nova inscrição. O próprio sistema de cadastro do Bolsa Família faz a seleção.

Quem for beneficiado com o Brasil Carinhoso que é uma complementação ao Programa Bolsa Família, será informado no extrato de pagamento. Os valores poderão ser sacados com o Cartão Social, de acordo com a agenda de pagamentos do Bolsa Família.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), a medida deve beneficiar pelo menos 2 milhões de famílias, reduzindo em 40% o número de famílias que vivem na linha de extrema pobreza no Brasil. O Brasil Carinhoso deve ter investimentos de até R$ 10 bilhões até 2014.  O Brasil Carinhoso ainda inclui a construção de 1.512 creches e a ampliação de 66% dos recursos destinados à merenda escolar da educação infantil.

Na saúde, o benefício vai atender o Programa Saúde na Escola às creches e pré-escolas e aumentar à distribuição de sulfato ferroso e vitamina A para crianças na primeira infância. O governo também começa a distribuição gratuita de medicamentos para tratamento da asma por meio da rede Aqui tem farmácia popular.

O Brasil Carinhoso faz parte do Plano Brasil Sem Miséria que reforma a transparência de renda e fortalece a educação, com o aumento de vagas em creches e cuidados adicionais na saúde, incluindo a suplementação de vitamina A, ferro, medicação gratuita contra a asma. O anuncio do Brasil Carinhoso contou com a participação dos ministros da saúde Alexandre Padilha e da educação Aloizio Mercadante.

A ampliação dos recursos do Bolsa Família atenderá 2 milhões de famílias e 2,7 milhões de crianças. O propósito é garantir que todas as famílias extremamente pobres, com pelo menos um filho de até 6 anos tenham renda mínima superior a R$70 por pessoa e assim, ultrapassar a linha da pobreza.

Bolsa Familia Aumento, Valores

Aumento Bolsa Família

Já é beneficiário do Bolsa Família e deseja consultar o seu benefício? Esta consulta pode ser realizada por meio do site da Caixa Econômica, no ícone superior “Benefícios e Programas”, “Bolsa Família” e abaixo verifique em “Calendário”, o calendário de pagamento do benefício. O pagamento é feito a partir do número final do cartão (o último número do NIS) e a cada mês dependendo do final do seu cartão tem uma data certa para receber o benefício.

bolsa_familia

O governo federal está constantemente tentando criar programas para diminuir a misera e a pobreza do país, e nessa tentativa que os programas possam realmente ajudar às famílias brasileiras, surgiu o tão conhecido hoje como: o Bolsa Família. Este programa já tem ajudado a muitas famílias consideradas em situação de extrema pobreza, gerando uma desigualdade social em relação ao restante da população.

O Bolsa Família é disponibilizado para famílias mediante a provação de um cadastro, onde conste que a mesma encontra-se realmente em situação de pobreza extrema, com renda familiar inferior a um salário mínimo vigente. Estas famílias geralmente se encontram em uma zona de risco, em péssimas condições de moradia, sem acesso aos principais itens básicos, como saúde e educação.

Para fazer este cadastro no Bolsa Família, sendo que a mesma não tem acesso a internet e aos outros meios de comunicação, precisa encontra a prefeitura do seu município e informar a sua situação atua. As entidades irão realizar a avaliação e encaminharão a situação dos mesmos para a realização do cadastro no programa Bolsa Família, e nos demais programas às quais tenham direito de usufruir.

Primeiramente para fazer este cadastro e a consulta do Bolsa Família, os mesmos deverão ter o cartão único, para o saque do benefício. Este cartão também poderá ser encaminhado pela prefeitura que ficará como responsável por esse caso.

Aumento Bolsa Família

O Bolsa Família teve um ajuste na média de 19,4% para quem recebe o benefício. Para crianças e adolescentes de até 15 anos, foi dado o maior aumento do Bolsa Família 2012 de 45,5%, já para os jovens de 16 e 17 anos o aumento foi de 15,2%.

A ex presidente Dilma Rousseff anunciou nos anos passados o aumento que terá um impacto de R$ 2,1 bilhões (cerca de 0,4% do Produto Interno Bruto) e disse que no ano de 2012 o aumento no Bolsa Família será moderado, pois o PT não usa o Bolsa Família para fazer política.

bolsa-familia-2011-reajuste-300x200

Com o reajuste do Bolsa Família o valor médio do programa vai de R$ 96 para R$ 115. O valor mínimo passa de R$ 22,00 para R$ 32,00 já o maior valor pago vai de R$ 200 para R$ 242.

Cerca de 12,9 milhões de famílias recebem o benefício e 50 milhões de pessoas tem a renda mensal per capita de até R$ 140. Foi o primeiro reajuste do Bolsa Família no Governo Dilma.

Você pode conferir quanto receberá do bolsa família nos próximos pagamentos, com esse reajuste muitas famílias de todo o país vão melhorar as condições de vida pois esse programa é essencial para as necessidades básicas de muitas famílias no Brasil. É importante manter os seus dados atualizados para continuar com o direito de receber o benefício todos os meses.