Bolsa Família Acesso Restrito

Acesso Restrito Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa criado no Governo de Lula que tem como principal objetivo combater a fome e a miséria e promover a emancipação da família de baixa renda. Esse programa funciona da seguinte maneira: é transferidos valores às famílias cadastradas no programa que estão em situação de pobreza ou extrema pobreza, com renda per capita mensal de até R$ 140 e que também garante acesso desta família aos direitos sociais básicos como saúde, educação e assistência social. Veja informações sobre o acesso restrito do bolsa família.

bolsa-familia-acesso-restrito

Existem alguns requisitos para serem beneficiados com o Bolsa Família. Além da renda mensal entre 70 a 140 reais por pessoa, os interessados devem informar as condições de moradia, se a casa tem saneamento básico, número de cômodos, se há tratamento de lixo, esgoto, quantas pessoas integram a família, a situação de trabalho, entre outras informações que vão caracterizar a situação de pobreza ou extrema pobreza. Há ainda as condições para esta família se manter no Programa que é comprovar que o filho (ou filhos) tem 85% de frequência escolar ou para os menores de 7 anos, se estes estão com o programa de vacinas em dia.

Para fazer a inscrição no Bolsa Família, os interessados devem consultar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de sua região e estes estão ligados às Secretarias Municipais de Assistência e Desenvolvimento Social e lá se pode fazer o Cadastro Único e lá é avaliada a situação da família e se esta pode ser incluída no Programa Bolsa Família. Para se inscrever a família precisa repassar alguns documentos: comprovante de residência, CPF (do titular que receberá o benefício), comprovante de renda de todos da família que colaborem com renda, comprovante de matrícula dos filhos (entre 6 e 17 anos) e carteira de vacinação (das crianças de até 7 anos). O Valor repassado do Bolsa Família para a família com renda de 70 reais é de R$ 68, mas o benefício pode ter valores variáveis, podendo ser de R$ 22, para cada filho, no caso de renda familiar de R$ 140 e assim por diante.

O beneficiário do Bolsa Família recebe um cartão que tem senha para retirar o benefício em qualquer agência da Caixa Econômica Federal e inclusive no site do Bolsa Família (ver em http://bolsafamilia.datasus.gov.br/w3c/bfa_acesso2010.asp) tem acesso restrito para saber se os valores já foram repassados ou não. Por isso, fiquem atentos também aos prazos para continuar a receber o benefício.

O que é a Bolsa Família e Como Funciona

Como Funciona o Bolsa Família

O programa Bolsa Família, criado pelo governo do presidente Lula (Luiz Inácio Lula da Silva), é um programa que oferece renda a famílias com salários abaixo de R$ 140 por indivíduo. Para tais poderem participar do programa Bolsa Família, necessitam cumprir algumas normas, como manter crianças com até menos de 15 anos matriculados na escola com índice de faltas baixo (no máximo 15%). Confira a seguir mais informações sobre esse programa que beneficia milhares de famílias de todo o Brasil e veja melhor o que é o Bolsa Família para você que pretende participar do programa.

bolsa-familia-como-funciona

Atualmente mais de 12 milhões de famílias estão cadastradas no programa Bolsa Família em todos os cantos do Brasil. Aqueles que desejam participar desse programa precisam ter suas famílias registradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CADÚNICO). Também é importante ressaltar que é preciso apresentar um documento de identificação de cada um da família e CPF ou título de eleitor do representante.

Com informações obtidas pelo CADÚNICO como características da casa, endereço, despesas e entre outros, o ministério do desenvolvimento social essas famílias podem ser ajudadas.

Bolsa Família O que é?

O programa Bolsa Família é destinado especificamente às famílias com renda muito baixa. O valor do auxílio fornecido pelo programa varia entre R$ 22 a até mais de R$200. Isso varia devido à quantidade de crianças e adolescentes da família. Esse valor é pago com o cartão do cidadão ou em uma conta na Caixa Econômica Federal (CEF).

A renda de cada família é calculada dessa forma: Soma-se o valor de todas as rendas obtidas por cada membro da família e é dividido pela quantidade de pessoas da família, o resultado é a renda mensal obtida por cada pessoa.

Algumas exigências pelo governo para que não ocorram efeitos, que podem ser advertências ou até mesmo cancelamento, são:

– Manter as vacinações sempre em dia.

– Ter 85% de frequência nas escolas crianças de até 15 anos, e 75% para adolescentes com até 17 anos.

– Manter crianças menores de sete anos com acompanhamento do crescimento e desenvolvimento.

– As grávidas devem fazer o pré-natal e ter acompanhamento de mães de 14 a 44 anos que já amamentam.