Bolsa Família para Gestante Desempregada

Gestante Desempregada tem Direito ao Bolsa Família?

É gestante e está desempregada? Certamente essa é uma situação muito difícil para quem a vive. Com a espera do filho, novas responsabilidades surgem e, com elas, a necessidade de se ter recursos financeiros mínimos para quem precisa.

bolsa-familia-para-gravidas

Auxílio Gestante Desempregada

Foi justamente pensando nisso que o auxílio gestante desempregada, idealizado pelo Governo Federal, é posto à prova, O benefício, que faz parte do Bolsa Família, é pensando para gestantes e lactantes.

A finalidade do bolsa família para gestante é proporcionar melhor qualidade de vida para mães e bebês, para que tenham um mínimo de conforto nessa fase da vida.

Além disso, a boa notícia é que o bolsa gestante serve tanto durante a gravidez até os seis meses de idade da criança.

Ademais, um dos fatores pelos quais o governo federal instituiu o Bolsa Família Gestante se deu porque as mães precisam passar por cuidados médicos durante a gravidez, em unidades de saúde regionais, a fim de que façam pré-natal e outros acompanhamentos de praxe.

Depois que o governo federal autorizou o bolsa família maternidade, houve um significativo aumento de mães fazendo exames, o que antes acabava não ocorrendo. É, pois, o bolsa família gestante, um estímulo para que as pessoas melhorem a sua saúde, alimentação e cuidados pessoais, especialmente as grávidas.

Quem tem direito ao Bolsa Família Gestante

Embora você esteja desempregada, tenha em mente que esse tipo de bolsa família gestante é destinado para pessoas de baixa renda ou que estejam em situação de extrema pobreza. Assim, se você, por exemplo, ainda estiver ganhando parcelas de seguro-desemprego e este for elevado ou, ainda, na hipótese de pessoas da sua família ganham bem, não terá direito ao auxílio gestante do Governo Federal.

bolsa-familia-para-gestantes-desempregadas

Em geral, os requisitos para o Bolsa Família Grávida são os mesmos para receber Bolsa Família “comum”.

Cadastro do Bolsa Família Gestante

Se você está grávida e tem efetivamente direito ao bolsa família gestante, não perca tempo e corra ao CRAS do seu município. Faça a inscrição no CadÚnico do Governo Federal, uma entrevista com assistente social, para ter convicção da sua situação financeira, e comece a receber o Bolsa Família gestante desempregada.

Assim que o seu cadastro for analisado e aprovado, começará a receber os benefícios, que provavelmente lhes serão dados até o sexto mês de idade do seu bebê. Claro, salvo se a sua condição financeira mudar e você não precisar mais do bolsa família gestante desempregada.

Se arrumar um emprego depois, é importante que você tenha essa conscientização sobre quando parar de receber bolsa família. Muitas pessoas podem estar realmente precisando do dinheiro, mas não o fazem porque pessoas indevidamente cadastradas ainda continuam recebendo os recursos do governo federal.

A conclusão de tudo o que foi visto é: se você tem direito ao auxílio gestante desempregada do Governo Federal, não deixe de “dar entrada na papelada” o quanto antes, pois só assim passará a ter direito de receber o bolsa família gestante. Garanta seus direitos e tenha uma gravidez tranquila!

Bolsa Família Onde Fazer, Onde Sacar

Tire suas duvidas sobre a Bolsa Família

Se você faz parte de uma família de baixa renda já passo apertos. Falta a saúde inclusive por falta de alimentação e muitas outras coisas. Se você já ouviu falar sobre a Bolsa Família, mas não sabe como funciona venha dar uma olhada de como funciona, onde você pode se cadastrar e sacar o beneficia.

bolsa-familia-onde-fazer

Bolsa família é um beneficio do governo federal para apoiar famílias com baixa renda no Brasil com o intuito de auxilia o acesso a saúde, assistência social e uma alimentação mais saudável. Se você tem direito do beneficio pode sacar usando o cartão cidadão na caixa econômica federal ou em postos autorizados. Mas lembre-se de levar um documento de identidade junto com o cartão.

A regra para conseguir o beneficia é: ter renda de até R$ 77,00 por pessoa por mês, até R$ 154,00 por pessoa por mês caso tenha crianças e adolescentes de até 17 anos, ter gestante ou mulheres amamentando. Portanto se você se encaixa nessa renda e procura pelo beneficio vá até a prefeitura municipal da sua cidade e leve seus documentos que comprovem a renda.

Bolsa Família Cartão

Muitas são as famílias que tem acesso ao beneficio, quem tem acesso são família em situação de pobreza ou pobreza extrema. Quando você se inscreve no programa irá receber um cartão por meio dele você é identificado como beneficiário do programa. No cartão você terá o numero de identificação social para ajudar na sua identificação. O prazo de entrega do cartão é de 30 a 45 dias, mesmo o cartão não sendo entregue nessa data se você tem direito ao beneficio pode sacar na caixa econômica.  Quando você for aceito no programa a resposta saíra rapidamente e logo ira poder sacar a Bolsa família.

Para você fazer o cartão da Bolsa Família o responsável familiar deve fazer cadastro na secretaria de assistente social, logo que o beneficio é concedido a caixa econômica encaminha para sua casa o cartão. Quando o cartão chega para você ele ainda não tem senha, portanto vá ate uma agencia da caixa econômica para ativar seu cartão do beneficio e escolher uma senha.

bolsa-familia-onde-sacar

Bolsa Família Onde Fazer

Após já ter o cadastro na prefeitura e na assistência social, já estar inscrito no programa Bolsa Família e já estar com o cartão desbloqueado e com senha você pode sacar o beneficio nas agencias da caixa econômica federal, nos caixas rápidos e em outros lugares. Se você vive em situação de baixa renda e falta dinheiro para necessidades básicas procure o programa e seus direitos. Faça sua inscrição na prefeitura e na assistência social de forma rápida. Leve os documentos que comprovem a renda e seus documentos pessoais, e o documento dos filhos se tiver e faça sua inscrição no programa.

Qualquer duvida sobre o programa e o saque você pode sanar perguntando na prefeitura na secretaria social e até mesmo na caixa econômica federal, onde vão responder todas suas duvidas e te ajudar a cadastrar nos locais necessários.

Programa Água para Todos – Inscrições

Inscreva-se no Programa Água para Todos

O Programa Água para Todos foi instituído em meados de 2011 e está atribuído a outro programa, Plano Brasil sem Miséria, sua principal função é levar o acesso de água para as comunidades carentes, as rurais sendo mais especifico, que não possuem o mesmo tipo de acesso do que outros lugares do Brasil, seja de consumo próprio ou para fins de plantio ou gado, influenciando até mesmo um comercio nestes lugares.

programa-agua-para-todos

O programa conta com a implantação de algumas tecnologias, que são:

  • Cisternas para Consumo: Como o nome já diz é visado integralmente ao consumo humano, são reservatórios de até 16.000 litros;
  • Cisternas de Produção: Outro fácil de entender, estes auxiliam os produtores agrícolas a armazenarem sua água;
  • Sistema Coletivos/Pequenas Barragens: Em uma definição básica serve para obtenção, provisão, tratamento (quando é necessário), reserva e distribuição de água ou nascentes, também pode incluir poços.
  • Kits de Irrigação: também não temos nenhum mistério neste, neste kit inclui uma caixa d’água, bomba, mangueira e outros itens que vão auxiliar o agricultor a manter sua plantação irrigada até mesmo em épocas difíceis.
  • Barragens subterrâneas: Talvez este lhe cause uma confusão por ser parecido um pouco com poços ou com uma cisterna, mas posso garantir que não é. Se trata de uma escavação, até as rochas, a onde as paredes vão ser forradas por lonas de plástico e, após isso, será novamente preenchida com o solo retirado. Dessa forma vai reter as águas sobre as rochas.
  • Poços: Esse a grande maioria conhece,uma perfuratriz vai realizar um furo na vertical com a intenção de encontrar água subterrânea.

Programa Água para Todos Quem tem Direito?

Isso cabe ao município, eles vão identificar seus moradores que vivem em extrema pobreza em suas áreas rurais e irão cadastrá-los no MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome), que por sua vez vai coloca-los automaticamente no programa de Água para Todos.

Caso a sua cidade não for uma dessas áreas consideradas de extrema pobreza, esta cidade vai passar por uma analise do Comitê do Programa, especificamente de seu Gestor, e ele vai decidir ou não se ela pode entrar no projeto.

agua-para-todos-inscricoes

Uma boa observação é que para ser atendido, sua família deve habitar a zona rural, esteja inscrita no MDS e menos que um salário mínimo. No momento em que a família é identificada como necessitada ela passa a ter direito de fazer a inscrição no programa água para todos para conseguir uma cisterna gratuita.

Nem todos sabem, mas Brasília irá sediar um evento que tem como tema o Compartilhando Água. Vai ocorrer no mês de Março, indo do meio do mês até seu final. Este evento vai ser o Fórum Mundial da Água (World WaterForum) e é o maior evento global neste sentido.

Esse acontecimento promete levar ao Brasil numa discursão mais aberta sobre a água, o uso da água, os direitos e deveres do cidadão sobre a água.

De forma simples, este acontecimento tem como visão democrática o debate da coisa mais importante para a nossa vida na terra, a água.

Bolsa Família Senha Bloqueada

Bolsa Família Desbloquear Senha

Se você ou alguém que você conhece é beneficiário do Bolsa Família do Governo Federal, recebeu e usa o cartão, mas acabou bloqueando a senha, ou, ainda, recebeu o cartão, mas não sabe desbloquear a senha, você está no lugar certo. Nós vamos te ajudar com o seu problema e você verá como é relativamente fácil alterar a senha do cartão Bolsa Família.

bolsa-familia-senha-bloqueada

O máximo que você precisará fazer é usar alguns minutos do seu dia para desbloquear o cartão Bolsa Família. Infelizmente você não poderá desbloquear a senha do cartão Bolsa Família pela internet.

Entretanto, a Caixa Econômica Federal, que é quem paga o benefício e estipula as formas de desbloqueio da senha Bolsa Família, traz algumas formas para que você desbloqueie o seu cartão.

Se o seu benefício do Bolsa Família estiver bloqueado acesse: Bolsa Família Bloqueado

Alterar senha do cartão Bolsa Família na Lotérica

Para desbloquear a senha do cartão Bolsa Família, cadastrar nova senha ou mudar a senha anterior, você poderá ligar para a Central de Atendimento da Caixa Econômica Federal, no telefone 0800 726 0207 (cartão bolsa família telefone).

Ligando gratuitamente para o referido número você poderá solicitar alteração de senha do cartão Bolsa Família na Lotérica mais perto da sua casa. Depois é só comparecer na Lotérica e cadastrar nova senha.

Atenção: você precisará ligar antes para que seja possível desbloquear a senha do cartão Bolsa Família na Lotérica!

Desbloquear senha do Bolsa Família na agência da Caixa Econômica

Ao invés de ir à Lotérica, você poderá também desbloquear a senha do Bolsa Família na agência da Caixa Econômica mais perto de você.

Esqueci a senha do Bolsa Família

Mas você pode também estar pensando “esqueci a senha do Bolsa Família!”. Calma, não se desespere. É só você seguir os passos acima mencionados que conseguirá mudar a senha do Bolsa Família.

Essa também é a atitude que você deve tomar caso perda o cartão Bolsa Família ou venha a sofrer furto ou roubo.

esqueci-senha-bolsa-familia

Para que seu benefício não seja sacado por pessoas de má-fé, não esqueça de fazer um Boletim de Ocorrência, bem como avisar imediatamente a Central Cidadão da Caixa Econômica Federal para que não só a senha seja bloqueada, para a sua segurança, mas também para que o cartão que foi levado ou que sumiu seja inteiramente bloqueado, o que dificultará o uso dele por pessoas que você não autorizar.

Infelizmente os casos de fraudes em cartões do Bolsa Família existe e muitas vezes é noticiado pela mídia, ou seja, é bem recorrente.

Desse modo, tome todas as previdências para a sua segurança e evite contar sua senha para estranhos ou muito menos deixe que pessoas em atitudes suspeitas venhamusar o cartão Bolsa Família.

É melhor bloquear a senha do cartão Bolsa Família do que perder o benefício, não é mesmo? Até porque, como se viu, desbloquear a senha Bolsa Família não traz nenhuma dificuldade. Só é necessária uma ligação gratuita, bem como o comparecimento ou na agência da Caixa Econômica Federal, ou em qualquer Casa Lotérica que você preferir.

Salário Maternidade Bolsa Gestante – Quem tem direito?

Bolsa Gestante Quem Tem direito?

Todos sabem que ser mãe hoje em dia não é fácil. É claro que tem os seus prazeres, mas existem também os custos e gastos que ser mãe traz. O que muitas mulheres não sabem é que existe um programa do governo que ajuda essas mães financeiramente, como o Bolsa Gestante, do Governo Federal.

auxilio-maternidade

Esse programa Bolsa Gestante e Maternidade tem por escopo observar a mãe e o bebê, desde o pré-natal eficiente, a fim de preservar a saúde de ambos, além de promover a melhor alimentação. É mais uma iniciativa do Governo Federal para melhorar a saúde da população.

Quer saber mais sobre o Salário Maternidade? Então leia o artigo e saiba todas as informações relevantes para que você possa requerer esse benefício tão importante para diversas famílias brasileiras que não estão em condições financeiras plenas e que precisam de uma ajuda para manterem sua dignidade.

 O que é Bolsa Gestante

Você provavelmente esteja se perguntando, mas o que é o Bolsa Gestante? O Bolsa Gestante é um programa que oferece alguns benefícios e aqui você vai entender tudo sobre ele, como quem tem direito, o que este oferece e como se cadastrar.

Para quem não sabe, o Bolsa Gestante Maternidade é parte do Bolsa Família, mas é disponibilizado às mães em período de amamentação (também chamadas de nutrizes) ou grávidas (ou gestantes).

Por isso, existem dois benefícios nesse plano do Bolsa Gestante: o “Variável Gestante”, que dá até 9 parcelas e o “Variável Nutriz”, com até 6 parcelas para as mulheres grávidas e que estão amamentando, respectivamente. Durante esses períodos, seja de gestação ou de amamentação, essas parcelas serão somadas ao pagamento do Bolsa Família mensal, o que pode ser mais uma ajuda ao fim do mês.

Quem tem direito ao Bolsa Gestante Maternidade

Tem direito ao benefício do Bolsa Maternidade, como também é chamado, a mulher grávida ou nutriz que esteja com cadastro ativo no Bolsa Família e registrada no CadÚnico, além de a família ter a renda mensal de 85,01 a 170,00 por pessoa.

É comum também o Bolsa Gestante para gestantes desempregadas há algum tempo e que se enquadrem nessa condição de família em situação de extrema pobreza, ainda que seja momentânea.

Cadastro no Bolsa Família Gestante

Para se cadastrar no Bolsa Família Gestante, você deve seguir as recomendações abaixo assinaladas, quais sejam:

  • Para gestantes:

Para as gestantes que precisem do Bolsa Família Gestante, é necessário ir ao posto de saúde do seu bairro ou município. Após a equipe médica identificar a gravidez e fazer o encaminhamento para o pré-natal, pode-se fazer a solicitação do benefício Bolsa Maternidade do Governo Federal.

Caso você não consiga o Bolsa Gestante, você poderá ainda procurar o CRAS para que essa divisão de assistência social de competência das Prefeituras Municipais te auxilie a resolver o problema.  Você pode pedir o auxílio até o 9° mês de gestação, porém é indicado que se compareça ao CRA o quanto antes para que possa pedir o Bolsa Família Maternidade.

O valor da parcela do benefício BolsaVariável Gestante é de R$ 39,00 mensais por até 9 meses

  • Para Nutrizes:

Se você é nutriz, ou seja, se estiver amamentando o seu filho recém-nascido, é necessário que as mamães vão até o atendimento do Bolsa Família mais próximo de onde moram, que também geralmente é pelo CRA municipal, apresentando a Certidão de Nascimento do recém-nascido, o qual deverá ter no máximo o sexto mês de vida para que se tenha direito ao Bolsa Gestante.

O valor da parcela do benefício Bolsa Maternidade Variável Nutriz é de R$ 39,00e é pago por 6 meses.

Diferentemente do Bolsa Família Variável Gestante, o número de parcelas do pagamento do Bolsa Variável nutriz só vale até os 6 meses da vida da criança.

bolsa-maternidade

Ou seja, se você solicitar o benefício Bolsa Família Maternidade e este for aprovado somente no 4º mês, lhe serão pagas somente 3 prestações (4°, 5º e 6º meses). Já no Bolsa Gestante, independente da data que a gravidez for constatada, você pode ganhar até 9 parcelas do auxílio, desde que esta seja informada o quanto antes, durante a gravidez. Lembrando ainda de que os valores não são cumulativos.

Bolsa Gestante do Governo Federal

Para manter os benefícios, é importante lembrar que a gestante deve comparecer a todas as consultas marcadas pelo Ministério da Saúde, perante o Sistema Único de Saúde – SUS, e que a mãe que amamenta deve participar de atividades educativas marcadas e que envolvem alimentação saudável e amamentação, para todas as beneficiárias do Bolsa Família Gestante.

Como se vê, o Bolsa Gestante do Governo Federal é direito de muitas mulheres que preencham os requisitos, os quais são bem parecidos com aqueles exigidos pelo Bolsa Família.

Desse modo, se você é mãe e está em situação financeira de hipossuficiência, não hesite em pedir o Bolsa Maternidade do Governo Federal o quanto antes.

Luz para Todos Cadastro, Andamento Processo

Cadastro Programa Luz para Todos

Uma proposta do governo federal para levar energia elétrica a comunidades que ainda não possuem acesso ao mesmo. Mais uma proposta para a melhoria da qualidade de vida em várias regiões do Brasil

Luz para Todos é um programa criado Governo Federal, com o principal intuito de levar energia elétrica a localidades que ainda não possuem acesso a mesma em todo o país. Por incrível que pareça, ainda existem muitas famílias e comunidades que não recebem energia elétrica, devido às condições financeiras, tanto das famílias como dos municípios, que não possuem capital para investir nas instalações.

luz-para-todos

Quando falamos de comunidades que ainda não possuem energia elétrica, nos referimos a aquelas como escolas ribeirinhas, assentamentos, zonas rurais, indígenas, quilombolas, e também pequenos agricultores. Também podemos mencionar famílias que foram afetadas devido aos empreendimentos que trabalham com o setor elétrico.

O programa Luz para Todos visa desta forma a implantação de instalações elétricas, visando a que esta chegue de forma gratuita até estas comunidades, e que também não seja cobrada pelos consumidores. Tudo isso visa acabar com a falta de energia elétrica em todas as regiões do país, a traves de uma análise e um estudo de caso destas comunidades que ainda não possuem acesso à energia.

Se você conhece alguma destas localidades que sofre com a falta de energia, confira este post e veja como fazer o cadastro no Luz para Todos, e auxiliar a levar energia elétrica a todo o país de forma gratuita para as localidades mais pobres.

Luz para Todos Inscrições

Atualmente existem, segundo informações fornecidas no site do programa, um pouco mais de 30 estabelecimentos cadastrados para receberem energia elétrica porque ainda não possuem nessas localidades. Para fazer este cadastro no Luz para Todos, é preciso primeiramente entrar no site: http://www.pac.gov.br/infraestrutura-social-e-urbana/luz-para-todos pois o mesmo é criado pelo Governo Federal. Nesta parte estão as informações sobre os municípios e localidades cadastrados.

Luz para todos Andamento do Processo

O acompanhamento de como está a situação das obras no seu município também pode ser acompanhado pelo site. O mesmo dá a referencia de em que estado se encontra o andamento para a sua localidade. Para isso, basta escolher o estado e o município nos mecanismos de busca, que o site mostrará as informações e também quanto foi investido para que o projeto chegue até essa determinada localidade.

programa-luz-para-todos

As últimas informações obtidas sobre o programa é que o andamento do processo Luz para Todos que se encontram pendentes, tenham sido deixados para dar sequencia apenas para o ano 2018, onde serão retomados para continuar com a iniciativa de levar energia elétrica gratuita para todo o país. Não deixe de acompanhar as informações e noticias pelo site oficial, pois eles podem ser retomados a qualquer momento, ainda mais com a mudança do governo.

O esperado é que até 2020 todas as localidades até o momento cadastradas tenham energia elétrica em seu território, eliminando desta maneira a exclusão energética que existe no país, e melhorando a qualidade de vida da população prejudicada.

Bolsa Família Jovem – Inscrições

Inscrição Bolsa Família Jovem

Veja como fazer a inscrição para a Bolsa Família Jovem e obtenha este beneficio que é um direito seu. Você pode ser um beneficiário da Bolsa Família Jovem, veja como!

Muitas famílias brasileiras são beneficiadas pelo programa bolsa família. Este consiste em dar um apoio financeiro às famílias que se encontram em extrema pobreza, que não possuem condições para pagarem pelas necessidades básicas de toda população, tal como educação, vestimenta, saúde, dentre outros.

bolsa-familia-jovem

Dentro do Bolsa Família, o mesmo se subdivide em categorias, uma delas é o Bolsa Família Jovem, da qual será abordada mais especificamente a seguir. Estas categorias são divididas dependendo do nível de renda das famílias, e da quantidade de pessoas que estão juntas em uma residência e que dependem desta renda familiar, principalmente os filhos de um casal.

O Bolsa Família Jovem é uma subdivisão de um programa criado pelo governo federal, e que está beneficiando a cada dia mais famílias brasileiras. Para poder fazer parte deste programa é preciso estar encaixado em uma série de critérios, o Bolsa Família Jovem não é disponibilizado para toda a população brasileira, apenas as mais carentes.

Bolsa Família Jovem Inscrições

Como mencionado anteriormente, o governo apoia pelo programa Bolsa Família Jovem apenas aquelas que recebem uma renda familiar extremadamente baixa, e que não possuem condições financeiras. Para fazer as inscrições na Bolsa Família Jovem e conhecer os critérios e exigências que o governo colocar para participar, é preciso fazer a inscrição no Cadastro Único, a traves do site: https://www.cadastrounico.caixa.gov.br/Cadun/abrirAplicacao.do após este cadastro será realizada a avaliação de sua renda familiar, a quantidade de pessoas que dependem da mesma, e sem contar que serão realizadas vistas para confirmar estas informações até sua residência.

Quem tem Direito de Receber Bolsa Família Jovem?

As pessoas que se encaixam no Bolsa Família Jovem são aquelas que possuem filhos, que estejam na idade de 16 e 17 anos. Estes ainda são considerados adolescentes, e como muitos deles ainda não estão inseridos no mercado de trabalho, as famílias precisam do apoio financeiro para dar as mínimas condições de supervivência.

bolsa-jovem

O valor pago no beneficio e por fazer as inscrições no Bolsa Família Jovem não é um valor considerável. Apenas a família recebe o valor de 42 reais por adolescente que reside na mesma família. E este valor não pode ser multiplicado pelo numero de filhos, apenas é valido para dois deles, caso a família possua três filhos com estas idades, o beneficio valerá apenas para dois deles, sendo o valor total de 84 reais que serão pagos mensalmente até os mesmos concluírem os 18 anos.

Tendo em vista que na maioria das famílias ambos os casais trabalham, ainda é muito difícil chegar a receber o beneficio do Bolsa Família Jovem, até porque ambos ganharão pelo menos um salario mínimo, e para que os mesmos possam ter acesso ao programa, precisam comprovar que a renda mensal não ultrapasse uma quantidade mínima de renda per capita por família. Com isso, caso você seja apenas uma pessoa responsável pela renda familiar, não deixe de fazer seu cadastro no site e de receber o seu direito.

Bolsa Família Acumula?

Os valores do Bolsa Família Acumulam?

Todos se perguntam, se o bolsa família acumula, ou não. Este benefício ofertado pelo governo, é depositado mensalmente, e o dia varia para cada família, e se a família não efetuar o saque no prazo que foi determinado pelo governo, os beneficiários, correm o grande risco de serem suspensos do programa ofertado pelo governo, que é o bolsa família.

bolsa-familia-acumula

Como é feito o pagamento do Bolsa Família?

Para que ocorra o pagamento do bolsa família, é elaborado, pelo governo, anualmente um calendário, que consta o dia e o mês, que ocorre o pagamento do benefício, para cada família, que é cadastrada no programa do governo, o dia em que ocorre o pagamento, é determinado de acordo com o último número que está no NIS(número de identificação social) de cada um dos cadastrados no programa social, e então a partir deste dia determinado, o dinheiro fica disponível para o saque da família, mas o tempo é determinado, e não indeterminado.

Bolsa família acumula ou não?

Sim, o benefício bolsa família, acumula, mas é necessário que os beneficiários deste programa social, respeitem os prazos de saques que são impostos pelo governo, para que não venha a perder a quantia que foi deixada em conta. O saque pode ser feito, pelo titular, em qualquer lotérica ou até na própria caixa econômica, basta apresentar seu cartão do programa e um documento que contenha uma foto.

Todas as datas são determinadas no começo do ano, para que o pagamento do programa, não venha a ocorrer em feriados ou em finais de semanas.

Prazo máximo para Sacar

O prazo que é imposto para cada família que participa do programa, para que ocorra o saque do seu benefício, é de noventa dias, por isso o bolsa família acumula, pois durante esses três meses, o dinheiro pode acumular, sem que aconteça qualquer problema. Mas quando este prazo que é estabelecido, é ultrapassado, ocorre o bloqueio automático do dinheiro, e o beneficiário tem a obrigação de se justificar, para que ele possa vir a voltar receber seu auxílio.

prazo-para-sacar-bolsa-familia

É importante dizer, que se o dinheiro vir a acumular sempre, e o prazo de 90 dias, vir a ser ultrapassado constantemente, a família, tem seu benefício bloqueado permanente, pois o governo entende, que eles não precisam mais do programa social e de seus benefícios.

Como funciona o Bolsa Família

O bolsa família é pago sempre mensalmente, e o requisito é de que cada pessoa da família tenha uma renda de no máximo 154 reais, e o benefício depende da composição da família, e para que o benefício, não venha a ser cortado, é necessário realizar o saque dentro do período de 90 dias, e que a família, sempre atualize o seu cadastro, quando for necessário.

Para fazer a solicitação do bolsa família, é só comprovar a renda mensal e a identidade de cada pessoa que integra a família na prefeitura da cidade, ou nas unidades do CRAS. Após isso os assistentes vão analisar, se a família, realmente pode ser beneficiaria do programa social, e se ocorrer tudo certo, serão dadas as instruções.

Bolsa Família Gestante – Valor, Inscrições

Inscrição Bolsa Família para Grávida

Vai ter ou já tem um filho pequeno? Já deve ter se perguntado: “grávida tem direito a algum benefício do Governo Federal?”. Sabia que há um benefício do Governo Federal chamado de Bolsa Família Gestante? O Governo Federal, pensando em proteger a saúde e a vida das mães e das gestantes, possibilita o recebimento de dois benefícios do Bolsa Família para essas pessoas: o Variável Nutriz e o Variável Gestante desde o ano de 2011.

O programa também serve como estímulo para que as mães cuidem melhor de si mesmas e dos seus bebês realizando exames preventivos, pré-natais e outros procedimentos ainda durante a gravidez. O Bolsa Família para Grávidas tem estimulado melhor acompanhamento da gravidez pelas mulheres.

bolsa-familia-gestante

Quando é pago e qual o valor do Bolsa Família Gestante

O Bolsa Gestante do Governo Federal será pago antes, durante e depois do nascimento do seu filho, desde os primeiros meses de gravidez até determinado período da amamentação.

O programa tem a finalidade de contribuir com uma melhor alimentação, tanto em relação às mães como para os recém-nascidos. O Bolsa Família Gestante corresponderá a 9 (nove) parcelas de R$ 35,00 para as mães.

Bolsa Família Gestante Inscrições

Para se cadastrar no Bolsa Família Gestante, primeiramente, a mulher deverá comparecer a uma Unidade de Saúde de Atenção Básica (posto de saúde) do município em que morar e começar o acompanhamento com um médico. Lá, a gestante será encaminhada para realizar o famoso e indispensável exame de pré-natal, objetivando cuidar da saúde da mãe e do bebê.

Depois disso, a futura beneficiária do Bolsa Família maternidade deverá procurar serviços de assistência social do município, levando consigo documentos pessoais e declaração de que está fazendo acompanhamento médico pelo Sistema Único de Saúde – SUS.

Com base nisso, os dados serão cadastrados no Sistema do Bolsa Família para o Governo Federal possa começar a pagar o Bolsa Família Gestante.

gestante-bolsa-familia-gravida-tem-direito-valor

Bolsa Família para recém-nascidos

Depois do nascimento do bebê, as mães também terão direito ao Bolsa Família Variável Nutriz e que poderá ser solicitado perante os serviços assistenciais do seu município. Para que isso aconteça você precisará levar a certidão de nascimento do seu filho. O valor do benefício do Bolsa Família é o mesmo pago às mães gestantes, ou seja, R$ 35,00 e será pago até os 6 (seis) meses de vida da criança.

Mas atenção! O Cadastro para Bolsa Família de Grávidas deverá ser feito desde o nascimento até o 6° mês de vida do seu filho. Caso você não cadastre dentro do prazo, não terá mais direito a esse benefício. Desse modo, se terá um filho ou

Posteriormente, a criança será incluída no Cadastro Único para os Programas do Governo Federal – CadÚnico e as mães continuarão recebendo o benefício do Bolsa Maternidade do Governo Federal.

Não se esqueça de que os requisitos para o Bolsa Família Gestante Governo Federal precisam observar as regras gerais para se ter direito ao Bolsa Família comum, ou seja, tratar-se de pessoas em situação de pobreza extrema.