Bolsa Verde 2018 – Inscrição, Calendário de Pagamento

Calendário de Pagamento Bolsa Verde 2018

Pode parecer não tão importante para algumas pessoas, mas saiba que a preservação ambiental deve ser levada a sério, por conta disso o Ministério do Meio Ambiente criou o Bolsa Verde.

bolsa-verde

O beneficio do Bolsa Verde 2018 é oferecido as famílias que vivem em situações de extrema pobreza e moram próximas das reservas ambientais.

De uma forma mais simples o programa Bolsa Verde 2018 vai ajudar as comunidades para que elas ajudem a cuidar do território que vivem, isso não significa que vão trabalhar para o governo ou algo assim, muito pelo contrário, é apenas uma forma do governo ajudar tanto a população quanto a natureza.

O programa Bolsa Verde de 2018 foi criado em conjunto do programa Brasil Sem Miséria, e foi destinado a todos os moradores que vivem próximos aos recursos naturais, como em Reservas, de Floresta Nacional e Reservas de Desenvolvimento Sustentável Federais entre muitas outras.

É importante que você saiba que estão incluídos juntos no programa Bolsa Verde de 2018 os ribeirinhos, as comunidades indígenas, quilombolas e outras comunidades tradicionais brasileiras, sem mencionar as áreas rurais que são definidas pelo Poder Executivo.

Inscrição programa Bolsa Verde 2018

Antes de mais nada você precisa está cadastrado no Bolsa Família, então você precisará realizar seu cadastro para o Bolsa Verde de 2018 através do Cadastro Único para Programas Sociais, o CadÚnico.

Para isso basta fazer o cadastro no CadÚnico, ou um dos postos responsáveis em sua prefeitura do município de seu Estado, e realizar seu cadastro. Lembre-se de levar seus documentos pessoais e os de sua família, também deve levar consigo o comprovante de residência e uma comprovação de sua renda, caso não possuir nenhuma no momento, informe imediatamente durante a realização de sua inscrição para o projeto Bolsa Verde de 2018.

Também é pedido que a área que você more seja próximo das reservas ambientais, outro detalhe é que quando você for realizar a inscrição para o bolsa Verde de 2018 irão te explicar todo o programa e normas, também será avisado sobre certas leis ambientais que deverão ser cumpridas, escute com atenção e se tiver alguma duvida, faça-a.

bolsa-verde-calendario-pagamento-inscricao

Se sua família estiver dentro dos padrões que eles solicitam, você passará a receber o beneficio do Bolsa Verde em 2018, você vai receber um termo de adesão, um documento que informa ao responsável familiar os seus direitos e deveres perante as leis ambientais, também irá compromete-los a proteção da natureza e em sua conservação.

Calendário Bolsa Verde 2018

Saiba também que o cronograma do projeto Bolsa Verde de 2018 é o mesmo do Bolsa Família, então você vai receber no dia marcado a transferência de renda, o valor do Bolsa Verde de 2018 varia entre R$ 80,00 a R$ 300,00 e será depositado a cada três meses.

Pagamento Bolsa Verde 2018

O saque do Bolsa Verde de 2018 deve ser realizado através do cartão do Bolsa Família, ou Cartão Cidadão e até por um boleto avulso da Agência. Saiba que o valor do Bolsa Verde de 2018 não será depositado em uma conta corrente e deve ser sacada diretamente em uma agência da Caixa ou casa Lotérica.

Bolsa Verde – Governo Dilma

Bolsa Verde Inscrição

Já foi publicado no Diário Oficial, no dia 17 de Outubro do ano passado. A presidenta Dilma sancionou a nova lei para o seu programa de conservação do meio ambiente, o Programa de Apoio à Conservação Ambiental, a lei da Bolsa Verde e o Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais. Desde o final do ano passado o programa vem beneficiando quase 20 mil famílias pobres e a mete é que ultrapassem as 70 mil famílias até o ano da Copa do Mundo de 2014. O objetivo do Bolsa Verde é aliar o aumento de renda, a melhoria de vida e a preservação do meio ambiente. Confira quem pode participar do Bolsa Verde.

bolsa-verde
Como todos os programas criados pela Presidenta Dilma para erradicação da extrema pobreza, o programa ajuda todas as famílias que tenha renda mensal inferior a R$70 por pessoa e a recebe quem já está inscrito em qualquer outro programa do governo, como o Bolsa Família. Uma excelente ideia é fazer o CadÚnico, o cadastro único de programas sociais do governo federal. Para receber a bolsa verde, o beneficiado deve estar envolvido em alguma atividade para conservação do meio ambiente, como nas florestas, reservas de extração e programas de desenvolvimento sustentável de seus respectivos estados. Os projetos de assentamento florestal, extração de agroindústria e projetos do Incra também está incluídos.

Também serão beneficiados pelo Projeto Bolsa Verde do Governo Federal os ribeirinhos, extrativistas, indígenas, quilombolas e demais comunidades rurais semelhantes. A presidenta afirma que se essas pessoas tiverem esse aumento na sua renda, irão se sentir ainda mais atraídas a ideia de preservar o seu meio ambiente. A lei ainda abriu espaço para que a união disponibilizasse de serviços de assistência técnica às famílias que receberem o benefício. Os recursos poderão ser transferidos por até dois anos e pode ter seu período prorrogado. O próprio ministério do meio ambiente, em parceria com a caixa econômica federal ficará responsável por entregar aos beneficiários o valor de R$2.400, divididos em, pelo menos, 3 parcelas e no máximo 24 parcelas.