O que é Bolsa Família?

Saiba o que é o Bolsa Família e como funciona o Cadastro no Programa

O que é Bolsa Família?

O Programa Bolsa Família é um dos maiores programas de distribuição de renda do Brasil que beneficia pessoas de pobreza e extrema pobreza, o Bolsa Família integra o Brasil Sem Miséria que visa  exterminar a pobreza no país, o governo tem recebido bastante elogio pela iniciativa que inclusive já foi copiada em diversos outros países pelo mundo afora.

A desigualdade no Brasil sempre esteve presente em meio à população, devido à má distribuição de renda, muitas famílias brasileiras se encontram em estado de pobreza extrema sem condições de ter acesso mínimo ao básico para sua sobrevivência. Como forma de amenizar o sofrimento de grande parte dessas famílias e inclui-la na sociedade foi criado o projeto do Bolsa Família unificando todos os projetos sociais já existentes em um único benefício, a seguir saiba melhor o que é o Bolsa Família.

o-que-e-bolsa-familia

O programa Bolsa Família atende todas as regiões do Brasil, sendo que nos estados e municípios do norte e nordeste tem uma maior adesão a esse auxilio, devido a falta de geração de emprego, aumento da natalidade (famílias com muitos filhos) e a participação pequeno no PIB-  Produto interno Bruto, provocando em uma distribuição de riqueza menor para essa região.

Quem tem Direito ao Bolsa Família?

As famílias que queiram participar do Bolsa Família tem que atender as condições estipulada pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, os pré-requisitos são, estar na faixa de pobreza extrema, a renda por pessoa da família ser de R$  0 a R$ 77 reais por mês e para as famílias pobres ter renda mensal de R$ 77,01 a R$ 154,00 reais por pessoa na família, junto com esses requisitos as famílias tem que comprovar que as crianças em idade escolar estejam matriculados e frequentando a escola , as gestantes tem que estar fazendo o pré- natal, estar em dia com o cartão de vacinação das crianças. Mesmo que a família esteja inscrita em demais programas sociais do governo, também terá direito de participar do programa Bolsa Família.

Atendendo os requisitos citados acima a família que almeja entrar no programa do Bolsa Família precisa se cadastrar no site do Ministério do Desenvolvimento de combate a Fome, inscrevendo – se no Cadastro Único para serviços sociais do governo, ou procurar um posto da assistência social no seu município.

Bolsa Família Documentos

Documentos necessários para cadastramento no Bolsa família, todos da família tem que ter os documentos em mão tais como, carteira de identidade, CPF, Certidão de casamento, titulo de eleitor e certidão de nascimento, não é necessário apresentar todos os documentos citados, mais é preciso que pelo menos tenha um em mãos.

Após o cadastramento no Bolsa Família, a pessoa responsável tem que verificar se foi aprovado seu cadastro, pois nem todos que se cadastram tem direito ao beneficio do programa Bolsa Família ,para saber se sua família foi contemplada acesse o link www.beneficiossociais.caixa.gov.br/ ou consulte o responsável pelo programa do Bolsa Família  no seu município. A escolha das famílias é realizada mensalmente e dá preferência de admissão no programa às famílias com menor renda.

bolsa-familia-o-que-e

Cartão do Bolsa Família

Todas as famílias atendidas pelo Bolsa Família tem direito de receber do governo um cartão em sua residência, ou retirar o cartão na agência da Caixa Econômica Federal. Para consultar o dia do pagamento do bolsa família, tenha em mãos o cartão e acesse o site oficial da programa. O programa do Bolsa Família já beneficiou milhões de pessoas, se você está dentro de todos os requisitos do Bolsa Família, você também poderá se beneficiar.

O Bolsa Família vai acabar?

Saiba se o Bolsa Família vai acabar

Há algum tempo atrás causou polêmica e confusão um boato que rolou que o Bolsa família ia acabar e muitas famílias correram para procurar receber seu último pagamento. O boato não se confirmou e momento ou outro ele volta a acontecer o que preocupa muitas famílias que contam com esta renda. Saiba de uma vez por todas se o bolsa família vai acabar ou não.

bolsa-familia-vai-acabar

Bolsa Família Vai Acabar? Boato

Os boatos surgem por que são obras orquestradas da oposição do governo PT que vai além das teorias conspiratórias e que se privilegiam pelos sentimentos que o boato faz nas pessoas. Por isso vamos entender um pouco como funciona o boato que está dividido em: nascimento do boato, avaliação e disseminação do boato. O boato cresce mais fortemente em ambientes com muitas incertezas, ansiedades e dúvidas. Psicologicamente nosso cérebro não suporta situações ambíguas e sem respostas e por isso, muitas pessoas com os boatos correram atrás de informações nas agencias bancárias e em outros órgãos que normalmente pagam a bolsa família. Outra dúvida que surgiu no último boato foi o fato de ter recebido pagamento antecipado do bolsa família ai isso gerou dúvidas e para a afirmação que o bolsa família ia acabar foi um pulo. Depois desta fase inicial do boato surgiu a fase de disseminação do boato que se alastrou por todo o Brasil. O boato passou ser ouvido aqui e ali e te tanto ser ouvido à história passou a fazer sentido para a maioria das pessoas. Depois o boato foi ganhando outras muitas versões.

Depois da confusão gerada pelos boatos do Bolsa Família, a presidente Dilma fez pronunciamento afirmando que tudo não passada de boatos e afirmou na ocasião que boato era algo desumano e criminoso. Ela ainda afirmou que o governo dela tem compromisso com o povo e o Bolsa Família que ajuda tantas famílias carentes pelo Brasil. Ela enfatizou que o programa tem ajudado há mais de dez anos as pessoas saírem da extrema pobreza e acha criminoso os boatos espalhados.

Fim do Bolsa Família?

Segundo o último boato sobre o fim do bolsa família afirmava que só seria possível sacar o benefício do Bolsa Família em determinado dia o que levou tanta gente as agências da Caixa Econômica Federal e dos Correios e este boato foi maior em estados como Amazonas, Paraíba, Rio de Janeiro e Maranhão.

Na ocasião a Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello para que a população seguisse o cronograma do pagamento do Bolsa Família e não seguir os possíveis boatos que possam surgir. Muita gente também diz que se caso o PT saia do governo, o bolsa família poderá acabar, porém isso também não passa de boatos e especulações, pois um governo pode ou não dar continuidade a programas e benfeitorias feitos em outros governos, como por exemplo o plano real que não foi criado pelo PT, porém vigora e muito bem no país.

Bolsa Família – Cursos

Cursos Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa social bastante conhecido em todo o país, isso pelo fato de milhares de famílias brasileiras dependerem do mesmo. Confira alguns dos cursos oferecidos pelo Bolsa Família e veja como fazer a sua inscrição para participar desse programa que melhorou bastante a vida das pessoas.

bolsa-familia-cursos-gratuitos

O programa Bolsa Família possui a finalidade de ajudar por meio de transferência de renda as famílias brasileiras que vivem em estado de pobreza, ou seja, aquelas famílias que não possuem renda suficiente mensal para se autossustentar. O programa é bastante interessante e realmente ajuda muitas famílias desde a sua criação.

Para quem já dispõe deste programa, ou seja, aquelas famílias que recebem a Bolsa Família mensalmente saiba que as oportunidades cresceram ainda mais, principalmente para os jovens estudantes que recebem a Bolsa Família. Saiba que o Governo Federal implantou um convênio com o SENAC, no qual a instituição juntamente com o Governo Federal disponibiliza cursos gratuitos para jovens estudantes que recebem a Bolsa Família, ou seja, participam do benefício.

Um detalhe bastante interessante é que tais cursos oferecidos pelo Governo Federal em parceria com o SENAC é justamente quando ao fato de serem cursos profissionalizantes de forma gratuita, ou seja, você não irá ter nenhum curso para concluir um dos cursos disponibilizados. Dentre os cursos do Bolsa Família oferecidos neste projeto podemos destacar:

  • Montagem e Configuração de computadores
  • Operador de computadores
  • Auxiliar Administrativo
  • Vendedor
  • Promotor de vendas
  • Aux. De Crédito e cobrança
  • Recepcionista de Eventos

Vale ressaltar que cada tipo de curso possui as suas próprias exigências, ou seja, mesmo recebendo a Bolsa Família os jovens ainda têm de atender algumas exigências para que possa efetuar sua inscrição. Em relação a inscrições, saiba que as inscrições para o são feitas sempre no início de cada semestre, para realizar a sua inscrição nos cursos gratuitos do Bolsa Família no Senac, basta aguardar o inicio do próximo semestre.

Bolsa Família DATASUS

DATASUS Bolsa Família

O Bolsa Família você já deve saber ter ouvido falar é um programa que auxilia as famílias de baixa renda com filhos em idade escolar e que tem um sistema de apoio que é chamado de DATASUS.

bolsa-familia-datasus

O DATASUS é um sistema de informação que apoia e oferece serviços às famílias que são beneficiadas que tem direito ao Bolsa Família, Neste sistema, os dados das famílias, principalmente das crianças são armazenados, como os dados nutricionais e também de armazenar dados das condições das famílias beneficiadas. O DATASUS tem como benefícios a avaliação nutricional dos beneficiados do Bolsa família, como crianças menores de 7 anos e mulheres entre 10 a 60 anos; acompanha a situação das famílias, como o cartão de vacinação das crianças menores de 7 anos, e das mulheres se realizou pré-natal.

Já as funcionalidades do DATASUS são poder fazer uma avaliação da situação das famílias do Bolsa Família com regiões geográficas e, dessa forma, solucionar os problemas específicos das famílias em cada região.

Pelo site do DATASUS é possível ter acesso a algumas informações: informações de saúde, informações financeiras, sistemas e aplicativos (ambulatoriais, cadastros nacionais, financeiros, epidemiológicos, hospitalares, estruturantes, tabulação, etc.) políticas, publicações e serviços.

Entre as informações de saúde, estão os dados sobre nascimentos e mortalidade e nascidos vivos, informações epidemiológicas e morbidade, indicadores de saúde, assim como informações de assistência à saúde, redes assistenciais, cadastro entre outras informações. Já em indicadores de saúde, os interessados podem pesquisar algumas informações como: indicadores e dados básicos, indicadores de pacto de saúde, indicadores de pacto de atenção básica, caderno de informações de saúde, entre outras informações.

Para saber mais sobre os dados estatísticos, há a opção no ícone Demográfica e Socioeconômica com dados do Censo sobre educação, Trabalho e renda, Produto Interno Bruto, Saneamento, entre outras informações.

O Bolsa Família DATASUS e o site são importantes para democratizar a informação e dessa forma, a saúde no Brasil.

Bolsa Família Valor

Valor Bolsa Família

O programa Bolsa Família é um beneficio criado pelo governo federal para ajudar as famílias de baixa renda, e por isso que muitas pessoas cadastram nesse programa, mas nem todos sabem qual o valor do beneficio da bolsa família, mesmo porque o mesmo não tem um valor único e sim varia conforme vários quesitos, mais para frente veremos quais são eles.

bolsa-familia-valor

beneficio do bolsa família varia conforme a quantidade de dependentes que uma família tem, e também conforme o salário de cada família, então o preço é calculado durante o cadastro, por isso que é de extrema importante que a família forneça todos os dados corretamente para que o beneficio fique cada vez melhor. Ainda mais porque todos os anos tem reajustes.

Bolsa Família Valor

Com o valor do bolsa família as famílias conseguem comprar material escolar, comida e até mesmo outras coisas para seus filhos, e esse beneficio visa não deixar as famílias passarem necessidades. O valor do beneficio do Bolsa Família varia entre R$32 podendo chegar a R$306 e somente os responsáveis pelo programa que calculam qual será o valor do seu beneficio, por isso não podemos te passar um valor único.

Todos os anos o governo abre inscrições para esse programa, e todos os anos são milhares de famílias cadastradas, mas para que todos possam receber o beneficio é necessário passar por uma analise do qual é feito para saber se realmente as famílias precisam desse beneficio, e se você realmente precisa não deixe de cadastrar porque é um direito seu. Pode até ser que o valor do bolsa família seja pequeno, mas nem por isso ele deixa de ajudar.

O dinheiro do bolsa família cai na conta todos os meses, e ainda possui uma data correta para ser depositado, de acordo com o final de cada cartão de cada família, e para verificar isso basta consultar o calendário programa bolsa família.

valor-do-bolsa-familia

Como receber o Bolsa Família 2018

Para ter acesso aos recursos do Bolsa Família disponibilizados pelo governo para sua família, você recebe um cartão magnético de acesso exclusivo a uma conta, na qual irá recebê-lo através da utilização de uma senha pessoal e intransferível. Guarde sua senha com cuidado porque retirar o pagamento sem ela é muito complicado.

Fraudes no Bolsa Família 2018

As fraudes no Bolsa Família constituem crime para os cidadãos e para os órgãos públicos que liberam o benefício. Todos os envolvidos nas fraudes respondem civil e penalmente pelos crimes cometidos. Tenha o cuidado de utilizar corretamente o seu benefício e ele estará sempre disponível, enquanto sua família estiver dentro dos critérios do sistema. Se conhece alguém que recebe o benefício irregularmente você pode fazer uma Denúncia do Bolsa Família, assim pode contribuir para a melhor manutenção e longevidade desse pelo programa social que beneficia milhões de brasileiros.

Bolsa Família Consulta Pública pelo CPF

Consultar Bolsa Família pelo CPF

O Programa Bolsa Família foi criado com o objetivo de beneficiar famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza, sendo um programa de transferência direta de renda do governo federal para famílias que tenham renda per capita inferior a 70 reais mensais.

O Bolsa Família, criado a partir da junção dos diversos programas sociais de combate à pobreza, procura garantir às famílias nessa condição o direito à alimentação e o acesso à saúde e à educação, como meio de inclusão social e de desenvolvimento humano, sendo aplicado em todo o território nacional.

Em 2015, o Programa Bolsa Família teve cerca de 14 milhões de famílias inscritas, atendendo cerca de 50 milhões de pessoas. O repasse do benefício uniu o Bolsa Escola, o Cartão Alimentação, o Auxílio Gás e o Bolsa Alimentação. Os valores desses benefícios, hoje, estão incluídos no cálculo do Bolsa Família, reduzindo assim a burocracia em torno dos antigos programas de distribuição de renda.

bolsa-familia-consulta-publica-cpf

A população atendida pelo Bolsa Família é formada pelos integrantes de famílias na situação de extrema pobreza (menos de 70 reais de renda per capita mensal) e de famílias em situação de pobreza (entre 70 a 140 reais de renda per capita mensal), e que tenham em sua composição crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos, gestantes e lactantes.

Para ter o benefício do Bolsa Família é necessário que as gestantes estejam fazendo pré-natal, que as crianças abaixo de 6 anos estejam com as carteiras de vacinação em dia e que os maiores de 6 anos estejam frequentando regularmente a escola. Esta é uma forma de garantir que o benefício do Bolsa Família seja dirigido especificamente a pessoas que também estejam interessadas no próprio desenvolvimento e na segurança alimentar e de saúde de seus membros familiares.

Consulta pública do Bolsa Família

Para verificar se o recurso está disponível para saque, o beneficiário do Bolsa Família precisa olhar o último dígito de seu NIS, o Número de Identificação Social no cartão do Bolsa Família. Cada final do NIS indica a data correspondente, mês a mês, mostrando o primeiro dia para o saque do benefício. Depois disso, o valor ainda fica disponível por 30 dias no mesmo cartão.

Todos os meses, ao tirar o extrato de saque, o beneficiário tem a data de saque do próximo mês. Se não tiver esse extrato, o beneficiário poderá recorrer ao aplicativo do Bolsa Família, que pode ser baixado em aparelhos celulares com acesso à internet, ou acessar a página do Bolsa Família na internet, consultando através do número do NIS ou através do CPF do beneficiário.

consulta-publica-bolsa-familia

Na internet, o sistema disponibilizado só funciona através do navegador Internet Explorer. Para acessá-lo, basta digitar o endereço www.beneficiossociais.gov.br, onde deverá colocar o número do NIS e a senha cadastrada, podendo consultar por nome, Estado, Município ou Família.

A segunda opção para fazer a consulta do saldo do Bolsa Família é pelo site da Caixa Econômica Federal, no endereço www.beneficiossociais.caixa.gov.br. Nesse endereço é preciso colocar o número do NIS (o mesmo número do cartão do Bolsa Família) e ter a senha para obter o resultado.

Consultar Bolsa Família pelo CPF

Outra forma de fazer a consulta online do Bolsa Família é pelo nome ou pelo CPF do beneficiário. No endereço que indicamos você poderá fazer esse tipo de consulta, caso não tenha em mãos o cartão do Bolsa Família: www.portaltransparencia.gov.br.

Nas três opções apresentadas você poderá acessar as informações sobre o benefício de sua família, bastando preencher corretamente todos os dados solicitados. Outras dúvidas sobre o Bolsa Família podem ser resolvidas junto à Prefeitura do Município em que você reside, procurando o gestor do programa de sua cidade.

Bolsa Família Desbloqueio

Como Desbloquear o Bolsa Família

O Programa Bolsa Família do governo federal foi implantado a partir da unificação dos programas Fome Zero, Bolsa Escola, Auxílio Gás e Cartão Alimentação, criados no governo de Fernando Henrique Cardoso e unificados no primeiro governo Lula, visando otimizar o atendimento das famílias carentes. Se está com o Bolsa Família Bloqueado, veja a seguir os procedimentos que você deve tomar para regularizar a situação.

bolsa-familia-desbloqueio

O Bolsa Família, portanto, trabalha com diferentes meios de beneficiar os mais carentes, dependendo das necessidades e da renda de cada família. Assim, pessoas que vivem em situação de pobreza extrema, recebem o auxílio básico de R$ 77,00 por mês, independente da formação familiar. No total, a assistência financeira para os carentes pode chegar a R$ 336,00 por mês. Esses valores podem ser atualizados anualmente.

No entanto, muitas famílias têm o benefício bloqueado, quando de seu recebimento, sem entender exatamente o porquê desse bloqueio e, para solucionar o problema, é preciso desbloquear o cartão e o pagamento do benefício. Muita vezes, o bloqueio acontece sem qualquer prévio aviso, seja para verificação de dados cadastrados ou para averiguação de alguma irregularidade.

Fazer Desbloqueio do Cartão do Bolsa Família

A Caixa Econômica Federal, que administra a concessão e distribuição do Bolsa Família, pode bloquear o pagamento para analisar se todos os dados estão corretos, podendo suspender o benefício se houver alguma irregularidade nos dados ou se houver alguma mudança na renda familiar.

Durante o processo de verificação, o Bolsa Família ficará bloqueado, necessitando que os interessados busquem as formas corretas para o desbloqueio do benefício.

Existe também o bloqueio inicial do cartão do Bolsa Família. A Caixa Econômica, quando uma família se torna beneficiária, envia o cartão através dos Correios e, ao chegar às mãos do beneficiário, ele está ainda bloqueado.

Em qualquer caso de bloqueio do cartão do Bolsa Família e do pagamento de benefícios, o responsável pelo cadastro no programa deve ligar para o número 0800 726 0207, a Central de Atendimentos da Caixa Econômica, tendo em mãos, além do cartão do Bolsa Família, um documento pessoal, podendo ser o CPF, a Carteira de Identidade, ou o número do NIS e do PIS, que consta também no cartão.

Liberação Cartão Bolsa Família

Depois dessa ligação e da liberação através da conferência dos dados, o beneficiário deverá ir até uma agência da Caixa Econômica Federal para adquirir sua senha, desbloqueando o cartão e o recebimento do benefício.

desbloqueio-bolsa-familia

Caso o beneficiário não tenha condições de fazer a ligação por algum motivo, deverá entrar em contato com o Setor Responsável pelo Programa Bolsa Família na prefeitura do seu município.

Se houver alguma irregularidade nas informações prestadas à central do Programa Bolsa Família ou tenha havido um descumprimento de alguma regra que levou ao bloqueio do benefício, a família deve apresentar um recurso ao gestor do município, explicando as razões ou identificando o erro e pedindo sua regularização.

Precisando também de qualquer informação sobre o Bolsa Família, o beneficiário poderá obtê-las junto ao setor responsável da prefeitura do seu município, verificando a situação do cadastro e, na dúvida, conferindo todos os dados, evitando assim que o benefício possa ser bloqueado no futuro, sem qualquer notificação.

É preciso lembrar que, mesmo que o benefício tenha sido bloqueado, quando for regularizado o beneficiário poderá receber até 3 parcelas do total que foi bloqueado.

Bolsa Família Acesso a Conta

Acesso a Conta Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa criado inicialmente no governo Fernando Henrique e que foi ampliado no governo Lula, fazendo transferência direta de renda, sendo direcionado para famílias em extrema situação de pobreza em todo o Brasil. Basicamente, o Bolsa Família procura garantir a essas famílias a alimentação e o acesso à educação e à saúde.

Nos anos anteriores, o Bolsa Família chegou a atender mais de 13,9 milhões de famílias em todo o território nacional, mas atualmente – sem números para informar – o Bolsa Família foi reduzido, buscando adequar-se a uma nova realidade, seja a situação econômica do próprio país ou a mudança de situação de diversas famílias.

bolsa-familia-acesso-a-conta

Os objetivos do Bolsa Família são os seguintes:

  • Combater a fome e gerar condições de fornecimento de alimentação;
  • Combater a pobreza e trazer algum alívio para a situação das famílias;
  • Manter a obrigatoriedade de escolas para as crianças, com atendimento na saúde e na assistência social.

A população alvo do programa Bolsa Família é constituída por famílias que estejam em situação de extrema carência, sem condições de prover nem mesmo a alimentação dos seus integrantes.

O governo federal considera famílias extremamente pobres aqueles que tem uma renda mensal de 77 reais por pessoa, e famílias pobres aquelas que não ultrapassam os 154 reais por pessoa. Segundo o programa, podem participar do Bolsa Família as que tiverem entre seus integrantes gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Para ter direito ao Bolsa Família, é preciso que esteja a família inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, tendo os dados atualizados. Se a família não estiver inscrita, é necessário procurar o responsável pelo Bolsa Família da prefeitura da cidade, inscrevendo-se no Cadastro Único.

Os dados precisam estar atualizados, com informações, se houver, de mudança de endereço ou de telefone de contato, além das alterações que houver na família, como nascimentos, falecimentos, casamentos, separações e adoções, entre outras.

Embora seja um requisito necessário, o cadastramento não implica no recebimento imediato do benefício do Bolsa Família. O Ministério do Desenvolvimento Social seleciona, automaticamente, as famílias que irão receber o benefício.

Para quem quer saber se está incluído no Bolsa Família, é necessário consultar o responsável pelo programa, na prefeitura de cada cidade, ou consultar no site da Caixa Econômica Federal a lista de famílias inscritas e beneficiadas: www.beneficiossociais.caixa.gov.br . Caso a família não tenha acesso à internet, deverá procurar a Prefeitura da cidade onde reside para ter a confirmação. Se o seu bolsa família está com acesso restrito, acesse o seguinte link e saiba como resolver: Bolsa Família Acesso Restrito.

Segundo as regras do programa Bolsa Família, todas as famílias que atendem aos critérios estabelecidos têm direito ao benefício, mesmo que estejam recebendo outros benefícios concedidos para a inclusão social dos integrantes da família.

O benefício do Bolsa Família, em 2016, não poderá ser superior a 336 reais mensais para cada família, havendo critérios para situações diferenciadas, com valores diferentes para crianças, para jovens e para gestantes. Dessa forma, o programa procura atender a todos, estabelecendo um piso mínimo para que haja distribuição menos desigual de riquezas e que um número maior de pessoas em situação de extrema pobreza seja beneficiada.

Para consultar o seu saldo acesse: Consultar Bolsa Família

Bolsa Família Acesso Restrito

Acesso Restrito Bolsa Família

O Bolsa Família é um programa criado no Governo de Lula que tem como principal objetivo combater a fome e a miséria e promover a emancipação da família de baixa renda. Esse programa funciona da seguinte maneira: é transferidos valores às famílias cadastradas no programa que estão em situação de pobreza ou extrema pobreza, com renda per capita mensal de até R$ 140 e que também garante acesso desta família aos direitos sociais básicos como saúde, educação e assistência social. Veja informações sobre o acesso restrito do bolsa família.

bolsa-familia-acesso-restrito

Existem alguns requisitos para serem beneficiados com o Bolsa Família. Além da renda mensal entre 70 a 140 reais por pessoa, os interessados devem informar as condições de moradia, se a casa tem saneamento básico, número de cômodos, se há tratamento de lixo, esgoto, quantas pessoas integram a família, a situação de trabalho, entre outras informações que vão caracterizar a situação de pobreza ou extrema pobreza. Há ainda as condições para esta família se manter no Programa que é comprovar que o filho (ou filhos) tem 85% de frequência escolar ou para os menores de 7 anos, se estes estão com o programa de vacinas em dia.

Para fazer a inscrição no Bolsa Família, os interessados devem consultar um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de sua região e estes estão ligados às Secretarias Municipais de Assistência e Desenvolvimento Social e lá se pode fazer o Cadastro Único e lá é avaliada a situação da família e se esta pode ser incluída no Programa Bolsa Família. Para se inscrever a família precisa repassar alguns documentos: comprovante de residência, CPF (do titular que receberá o benefício), comprovante de renda de todos da família que colaborem com renda, comprovante de matrícula dos filhos (entre 6 e 17 anos) e carteira de vacinação (das crianças de até 7 anos). O Valor repassado do Bolsa Família para a família com renda de 70 reais é de R$ 68, mas o benefício pode ter valores variáveis, podendo ser de R$ 22, para cada filho, no caso de renda familiar de R$ 140 e assim por diante.

O beneficiário do Bolsa Família recebe um cartão que tem senha para retirar o benefício em qualquer agência da Caixa Econômica Federal e inclusive no site do Bolsa Família (ver em http://bolsafamilia.datasus.gov.br/w3c/bfa_acesso2010.asp) tem acesso restrito para saber se os valores já foram repassados ou não. Por isso, fiquem atentos também aos prazos para continuar a receber o benefício.